fbpx

Ticket médio das compras online cresce em janeiro e a tendência é de mais aumento

Brasileiros sempre gostaram de comprar. Isso é fato e talvez não mude. Mas o que está se transformando é a forma como essas aquisições são feitas. De acordo com um levantamento feito pela Rakuten Digital Commerce as aquisições online tomam cada vez mais espaço. Só na primeira semana de janeiro, o ticket médio havia aumentando em 3%, comparado ao mesmo período do ano anterior.

Não é para menos, comprar pela internet tem ficado cada vez mais simples. Com os  investimentos feitos pelos e-commerces em boas plataformas, segurança e experiência do usuário, é realmente difícil não ceder à tentação de ter o que quiser, na comodidade da casa.

As áreas nas quais ocorreram mais gastos

O nicho de eletrodoméstico foi o que mais se deu bem agora no começo ano, já que apresentou o maior valor gasto pelos clientes, R$1.101. Em segundo lugar ficou materiais de construção, que teve uma média de gasto de R$861. Compras de papelaria e material escolar também tiveram alta, o que já era de se esperar nessa época do ano, de voltam às aulas, e o ticket médio ficou em R$786.

A maior variação de ticket médio

Quanto a variações de ticket médio podemos citar 3 áreas em destaque. O nicho de jóias e presentes teve um aumento de 30%; o segmento de brinquedos e bebê aumentou em 27%, e já moda e acessórios teve um acréscimo de 20%.

As maiores variações de preço

Com relação às maiores variações de preço, os dados mistram que o segmento de jóias e presentes aumentou em R$278; brinquedos e bebês teve acréscimo de R$337, já moda e acessórios atingiu o valor de R$314. Alimentos e bebidas, por sua vez, R$394.

Alguns dados da Ebit

A Ebit, uma das maiores representantes do universo das compras online, além de avaliar o nível de segurança de cada site, promove estudos constantes com relação à evolução dos e-commerces brasileiros.

Segundo o último relatório, que foi publicado no primeiro semestre de 2018, o comércio online já havia crescido 12%, com a estimativa de mais expansão para os próximos anos.

O relatório 38º Webshoppers mostrou ainda que as áreas de cosméticos e perfumaria e de moda e acessórios foram as que tiveram o maior aumento em volume de pedidos.

Uma novidade que percebemos nos últimos anos é que as classes D e E têm tido mais acesso ao consumo online. As duas juntas representaram quase metade do total de consumidores (46,4%). Já a classe C, 35,8%.

O que está em alta

Cada vez mais as lojas online abrem um espaço em marketplaces, como Mercado Livre, Americanas, Submarino. Como esses lugares contam com bastante autoridade, muitos consumidores acabam preferindo realizar suas aquisições nesses shoppings virtuais. Além disso, o fato de reunir vários fornecedores torna o espaço mais competitivo e os preços mais em conta.

Smartphones também têm aumentado sua participação no momento da compra. Segundo a Ebit, 32% das transações foram feitas por celulares e tablets. Isso nos mostra que dispositivos móveis terão um uso cada vez maior. Assim, é essencial investir em acesso mobile.

Assim, é possível perceber que o constante crescimento do ticket médio e do volume de compras dos consumidores, além das outras mudanças relacionadas, indicam que o comércio virtual começa a fazer parte de uma realidade cada vez maior como forma de compra.

E baseado nessa realidade, a Ô. Affinity – Uma marca da Ô. Insurance Group – tem a proposta de distribuir produtos e serviços de seguros personalizados por meio de ferramentas digitais, agregando ainda mais à experiência do consumidor.

Post a Comment


  • CONTATO - SEDE

    • (11) 3195-2620
    • contato@oinsurance.com.br
    • Alameda Tocantins, 125 - Conjunto 2501 - Alphaville Industrial, Barueri - SP, 06455-020
  • CONTATO - FILIAL ABC

    • (11) 3195-2630
    • comercial@oinsurance.com.br
    • Rua das Figueiras, 474 - 10 Andar - Santo André – SP, 09080-300
Ô Insurance Group © 2016-2018 | CNPJ: 19.832.571/0001-10 | SUSEP 10.2020035.8 | Todos direitos reservados