fbpx

14 de novembro: Dia Mundial do Diabetes

O Diabetes tornou-se uma preocupação mundial. Aproximadamente 73% dos brasileiros que têm Diabetes Tipo 2 – a mais comum, mundialmente – não conseguem alcançar os níveis ideais de controle da doença

Por se tratar de um tema global, em 1991 a Organização Mundial da Saúde e a Federação Internacional de Diabetes (IDF – International Diabetes Federation), criaram o ‘Dia Mundial do Diabetes’ como um verdadeiro alerta aos crescentes números de diagnósticos no mundo. A ONU oficializou a data a partir de 2007, com a aprovação da Resolução das Nações Unidas 61/225.

Dia Mundial do Diabetes: objetivos da campanha

Os objetivos mundiais da campanha buscam incentivar os governos a implementar políticas para a prevenção da doença, além de disseminar ferramentas para apoiar as iniciativas de controle do diabetes e suas complicações. A ideia do movimento é conscientizar os portadores da doença a seguirem corretamente as orientações médicas e, por outro lado, alertar a população em geral sobre como prevenir a doença.

Planos de Saúde advertem: cuidar do Diabetes é fundamental

Inúmeros planos de saúde já adotam medidas para prevenção e controle do Diabetes, com acompanhamento médico e nutricional, evitando que o mal cause mais estragos à saúde dos seus portadores – o Diabetes, quando não tratado adequadamente pode ser vital.

Portanto, ter uma dieta saudável, praticar esportes regularmente e manter um acompanhamento médico e nutricional, são verdadeiros aliados para uma vida saudável. Os cuidados são relativamente simples e devem ser adotados também por todos os que estão na zona de risco, antes da manifestação da doença.

O controle do Diabetes é possível, basta monitorar a glicose no sangue regularmente e adotar tratamentos eficazes. Outros pontos a serem considerados são o controle do peso e da pressão arterial – fatores fundamentais para evitar a doença ou para controlá-la.

Diabetes: como funciona?

O Diabetes é uma doença metabólica causada pelo aumento de glicose no sangue. O pâncreas deixa de produzir insulina pela falta do hormônio ou pela própria resistência do organismo. Existem dois tipos de Diabetes: Tipo 1 e Tipo 2. O primeiro é frequente em crianças e adolescentes. Já o segundo, acomete os adultos com hábitos alimentares inadequados ou pelo estilo de vida adotado.

A doença no mundo e no Brasil

A Organização Mundial da Saúde atribui à obesidade, a causa de 44% de Diabetes Tipo 2 em sedentários. No mundo, estima-se que 475 milhões de pessoas sejam obesas. A Federação Internacional de Diabetes revela que 371 milhões de indivíduos têm Diabetes e essa será a principal causa de morte nos próximos 15 anos. O último Censo já apontou mais de 12 milhões de casos em nosso país, sendo que 90% são do Tipo 2.

O que podemos fazer para controlar o Diabetes

Todos nós temos o dever de incentivar o diagnóstico precoce do Diabetes e promover ações para reduzir os seus principais fatores de risco. Acompanhar as campanhas e introduzir os portadores da doença em programas efetivos de controle, são atitudes importantíssimas para salvarmos vidas e garantirmos o bem-estar das pessoas que amamos. Aproximadamente 40% das pessoas portadoras de Diabetes Tipo 2 requerem injeções de insulina e, dependendo do perfil do paciente, poderá ser adotado mais de um medicamento.

Frederick Banting e Charles Best: quem foram?

O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting. O médico canadense Frederick Banting e o cientista biomédico norte-americano Charles Best (assistente de John James Rickard Macleod) descobriram a insulina em 1921 e receberam muitos prêmios pela descoberta. No entanto, apenas Banting e Macleod  receberam o Prêmio Nobel de Medicina em 1923. Em protesto, Banting compartilhou metade do dinheiro do prêmio com o parceiro Charles Best.

Entre em contato com a Ô Insurance Group e faça um plano de saúde customizado para a sua empresa. A Ô Benefits Solutions pode planejar o melhor benefício saúde no tamanho das necessidades dos seus negócios.

Post a Comment