Millennials: O que eles tem a ver com a revolução no mercado de seguros?

A cada vez que a tecnologia avança, as necessidades da sociedade progridem junto. Costumes, preocupações, propósitos. Tudo isso é influenciado ao mesmo tempo em que facilidades, como a internet, começam a se tornar parte das práticas comuns.
Com a modernização dos aspectos tecnológicos e a popularização da web, surge uma nova geração, que, inclusive, abrange grande parte dos trabalhadores atuais: a dos millennialls.

Quem são os millennials?

Também conhecida como geração Y, tal agrupamento representa parcela da população nascida entre 1980 e 1995, em média. Há, ainda, os estudiosos que aumentam um pouco esse grupo, classificando também aqueles nascidos entre 1995 e 2000.

A importância de conhecer essa categorização e suas peculiaridades é que, atualmente, boa parte da população trabalhadora é composta por jovens ativos pertencentes aos millennials. Isso porque a geração posterior, a Z, agora que está completando 18 anos, o que implica que a maioria ainda não está apta a fazer parte do labor.

Boa parte dos millennials, principalmente os dos anos 80 e início dos anos 90, pôde presenciar a chegada e o crescimento da internet. A geração teve o privilégio de conseguir ter contato com ela já na infância e adolescência, o que colaborou para facilitar, e influenciar, toda a forma de interação pessoal e aquisição de conhecimentos dali em diante.

Quais as características deles?

Uma geração que aprendeu a ir atrás das respostas para suas perguntas por conta própria (já que se acostumou a usar a internet para isso) tem uma característica interessante: mais atitude. Mas não é só isso. A modernização da tecnologia também colaborou para tantos outros aspectos.

  • São dedicados na profissão. No entanto, gostam de sempre avaliar as melhores oportunidades para a carreira. Gostam de aprendizado constante e desafios. Têm necessidade de se sentirem úteis e sentir que o trabalho traz crescimento.
  • Valorizam benefícios diferenciados. Além dos mais tradicionais, outros benefícios, como horário de trabalho flexível, são prestigiados pela maioria.
  • Gostam de feedbacks. Os millennials reconhecem conselhos, opiniões de mais experientes e recebem bem os feedbacks da empresa. Podem, inclusive, ter a iniciativa de pedi-los.
  • Buscam por um sentido. Analisam o propósito no trabalho e na vida. As empresas precisam se diferenciar nesse aspecto, se quiserem reter colaboradores.
  • Não se influenciam fácil. Os millennials gostam de pesquisar e ir atrás de informações, antes de se decidirem por algo, como uma compra. Não são facilmente influenciados por qualquer tipo de propaganda e tentativa de venda.
  • Apreciam o engajamento com a marca ou a empresa. Gostam de manter relações e se sentirem parte do time.

O que eles querem?

Os millennials acompanharam um período de crise no país. Isso influencia nas decisões do futuro, referentes à segurança financeira, por exemplo. São capazes de, por conta própria, estudarem sobre investimentos e rever os planos de aposentadoria. Também prestam mais atenção aos benefícios que a empresa oferece, dando preferência às que proporcionam um diferencial.
Por isso o mercado de seguros está cada vez mais personalizado, em constantes mudanças, para acompanhar os desejos dos millennials e consequentemente, levar melhoria para todas as gerações.


José Carlos Macedo

CEO da Ô Insurance Group

Post a Comment