Outubro Rosa: você conhece o seguro de vida mulher?

Criada para conscientizar as pessoas sobre os riscos do câncer de mama e estimular as mulheres a manterem o autocuidado anual, a campanha Outubro Rosa faz parte, desde a década de 90, de publicações nas mídias e ações do governo.

Um dos tipos de câncer mais frequente no Brasil, ele é responsável por 28% dos novos casos, a cada ano, segundo o INCA. O objetivo é, justamente, prevenir mais ocorrências, pois, quando descoberto ainda cedo, as chances de cura são mais altas.

É prudente, ainda, buscar a proteção, por meio de um seguro de vida mulher. O que proporciona mais tranquilidade e coberturas para um momento tão delicado. Continue a leitura e saiba mais!

Outubro Rosa: prevenção e seguro

Segundo o Oncoguia, o câncer de mama é o tipo que mais mata mulheres do mundo. Apesar de muitas pesquisas ao longo dos anos, ainda não se chegou a uma conclusão dos fatores que colaboram para o aparecimento da doença. Sabe-se que a ação de hormônios, assim como estilo de vida (sedentarismo, alimentação rica em sódio, gordura e açúcar), já foram apontados em estudos como facilitadores para quem tem predisposição genética. Contudo, a relação não é tão direta e nem todos o desenvolvem.

Prevenção

O Outubro Rosa busca esclarecer a todos, e principalmente às mulheres, que o câncer de mama emite sinais já no seu começo e, dessa forma, pode ser descoberto cedo. As campanhas e as ações de saúde incentivam a prevenção, por diversas formas:

  • autoexame;
  • check-ups periódicos (por exame clínico médico ou exame de imagens);
  • exame de sangue.

A maioria dos especialistas concorda que a mamografia é o exame mais eficaz para identificar o câncer. Ele é capaz de identificar alterações na mama, mesmo antes que a mulher apresente sintomas, como dor ou liberação de líquido pelo mamilo. A indicação é que mulheres acima dos 40 anos realizem o procedimento a cada 2 anos. Todavia, se a paciente tiver casos na família com câncer, a recomendação é a partir dos 35 e anualmente.

As mulheres mais novas não ficam de fora dos exames de rotina. Porém, é de praxe que a maioria dos médicos opte por outros tipos de exames, como o ultrassom ou exame físico. A exceção se dá quando a mulher apresenta alterações.

Além disso, manter uma rotina saudável, com exercícios e boa alimentação, colabora para que a mulher mantenha seu organismo funcionando de maneira mais equilibrada, o que afasta a maioria das doenças.

Seguro de vida mulher

Ainda que a campanha já esteja no fim, a prevenção deve ocorrer durante o ano todo. Sabendo disso, é possível contratar seguros que sejam específicos às particularidades das mulheres. Em casos de suspeitas de câncer de mama, por exemplo, uma proteção desse tipo tem as vantagens de:

  • dar direito a uma segunda opinião médica, no caso de diagnóstico positivo;
  • oferecer proteção financeira em situações delicadas;
  • ajudar com recurso financeiro para o tratamento;
  • garantir proteção aos filhos e à família, em caso de falecimento da mulher.

Assim, mesmo com o mês encerrando o Outubro Rosa, prevenir-se durante o ano inteiro é questão indiscutível. E, no caso de se buscar maior proteção, investir em um seguro de vida para a mulher traz mais conforto, principalmente em momentos mais sensíveis.

Conheça mais sobre o que a Ô. Benefits pode fazer por você e sua empresa.

 

Post a Comment