Entenda por que você deve fazer um seguro em 2019

Fazer um seguro deve ser tido, hoje, como uma das prioridades pessoais, assim como é a busca por comida, por água e por sono, por exemplo. Vivemos em um tempo em que passamos por dificuldade para conquistar as coisas que tanto almejamos e ao mesmo tempo, a violência vem aumentando. Basta ver os noticiários da TV.

Além disso, comprar um automóvel, por exemplo, demanda os gastos iniciais com a aquisição. Também entram na conta as revisões na oficina e ao usá-lo diariamente, ainda podemos sofrer colisões, causar acidentes ou tê-lo furtado.

Quero me assegurar!

Motivos para fazer um seguro em 2019

Nesse ano de 2018, apesar da crise econômica, tivemos um crescimento no mercado de seguros. Nos primeiros 6 meses, o seguro de automóveis cresceu 7,5% em relação ao ano passado. Já o de residências, 15,7%. Percebemos que as pessoas ainda buscam proteger seus patrimônios. Alguns dos motivos são os seguintes.

Preservar nosso bem

Ainda que uma pessoa siga todas as leis de trânsito e dirija sempre de forma prudente, os riscos de o carro dela sofrer uma colisão não podem ser deixados de lado. A dor de cabeça aumenta quando o causador do acidente não tem condições financeiras para arcar com o prejuízo. Sem contar a possibilidade de o veículo ser furtado de um estacionamento e nunca mais ser recuperado.

Um seguro auto deixaria a pessoa mais tranquila com relação a todos esses problemas.

Ter responsabilidade

Outra questão é a possibilidade de, mesmo sem querer, o indivíduo causar um dano a uma pessoa, como no caso de atropelamentos ou batidas que causem ferimentos graves a outrem.

Um seguro que faça cobertura a terceiros livrará a pessoa de problemas e despesas grandes.

Ter assistência 24h

Pane elétrica, bateria arriada, pneu furado. Nada disso tem hora certa para acontecer. Precisar se virar sozinho, tarde da noite, em uma avenida movimentada, é desafiador. Mas um seguro é capaz de dar essa assistência a qualquer hora do dia.

Suprir nossas necessidade vitais

Maslow, psicólogo americano, criou a teoria da Hierarquia das Necessidades. Em suas tese, ele separou todas as necessidades que um ser humano precisa para se sentir satisfeito e as distribuiu em uma pirâmide, hierarquizando-as.

A divisão foi feita em 5 partes, que ficaram da base para o topo: fisiológicas, segurança, amor/relacionamentos, estima, realização pessoal. Quanto mais próxima da base, mais vitais para a sobrevivência.

Visto que a segurança se apresenta em 2º lugar, percebemos o quão fundamental é, para o indivíduo, ter essa sensação de proteção.

Um seguro auto, como relatado nos exemplos, é apenas uma das possibilidades de proteção que uma pessoa pode adquirir. Assim, qualquer que seja o tipo, é um investimento no nosso bem-estar.

Dessa forma, fazer um seguro precisa ser colocado como meta pessoal e fazer parte do cálculo no momento em que o indivíduo esteja escolhendo o seu automóvel. Para adquirir um que seja condizente com a realidade e possibilidades, é importante fazer cotações. Um consultor habilitado poderá dar uma ajuda mais especializada nessa questão.

Conheça o que a Ô.Auto tem a oferecer para você ou sua empresa!

Quero me assegurar!

 

Post a Comment