Quer alcançar públicos diversos? Tenha diversidade na sua equipe!

Pensamentos, culturas, formas de agir, jeitos de solucionar problemas, etnias, sexualidade. Quando tudo é diversificado, temos um ambiente rico e propício a estimular a inovação e a originalidade. É por meio dessa interação com o diferente que aprendemos um novo olhar, criamos empatia e conhecemos o que antes nem havíamos imaginado existir.

Um erro de muitas empresas é ter um perfil padrão estabelecido para contratação e não abrir o leque para essa diversidade. Se ela quer alcançar clientes diversos, a multiplicidade deve começar de dentro da empresa, concorda?

Cada colaborador traz uma bagagem única e que, somada aos conhecimentos de outros profissionais, gera resultados ricos nas entregas aos clientes, tendo mais chances de acelerar o engajamento.

Desde o seu início, a Latam já adotou essa prática e defende: a diversidade do nosso time, étnico-racial, de religião, cultura, origem, gênero, condição física ou qualquer outra é a nossa grande fortaleza. Essa multiplicidade gera a diversidade de pensamentos, ideias e criatividade, fundamental para o nosso desenvolvimento.

Quem defende essa ideia também é o Conselheiro e Consultor Sênior da Pepsico, Brad Jakeman. Ele criticou a falta de diversidade da indústria: “eu estou enjoado de, como cliente, me sentar nas reuniões com agências e encontrar somente homens brancos e heterossexuais me dizendo sobre como vender as nossas marcas, que são compradas por 85% de mulheres”, e disse, ainda: “inovação e disrupção não veem de um grupo homogêneo de pessoas”.

Então, eu pergunto: que papel social a sua empresa tem? E o quanto isso influencia nos resultados que ela vem apresentando?

Post a Comment