fbpx

Ser vítima da clonagem de cartão de crédito não é mais um problema

O cartão de crédito veio para facilitar a vida de todos: a dos consumidores, que não precisam mais andar com a carteira cheia de dinheiro, correndo o risco de serem assaltados, e também a rotina dos estabelecimentos, que apenas com alguns toques têm a garantia do pagamento, sem riscos de cheques sem fundo ou notas falsificadas.

Todavia,  com essa facilidade, veio junto outro tipo de crime, que volta e meia gera transtorno a suas vítimas: a clonagem de cartão de crédito. Apesar de incidentes como esse, os cartões ainda são eleitos como a forma mais prática de se realizar uma compra, sendo preferência da maioria.

Sabendo disso, investir em um seguro pessoal pode trazer grandes vantagens, por unir o conforto à proteção.


Clonagem de cartão de crédito e as fraudes no Brasil

Com o aumento do uso de cartões pela população, aumenta, também, as atividades criminosas relacionadas a fraude e clonagem. Desde práticas mais simples, já feitas há muitos anos, até outras mais sofisticadas e atuais, o número de fraudes de cartões têm persistido.

Existem assim muitos tipos:


Furto de conta

O ladrão pega informação da conta para conseguir acesso a ela. Pode violar dados ou ainda por um malware no computador da vítima, que consegue capturar seus movimentos no teclado.


Phishing

A vítima recebe mensagem no celular ou e-mail se passando por uma entidade de confiança, como um Banco, e consegue informações pessoais.


Skimming

Conhecido também como “chupa-cabra”. É escondido um dispositivo em caixas eletrônicos e outros leitores de cartão para copiar todos os dados.


Fraude de requerimento

Há um requerimento falso para abrir uma conta e conseguir um cartão de crédito em nome de outra pessoa.


Clonagem virtual

São feitas primeiro encomendas de custo baixo, para se certificarem de que o cartão é válido. Com o tempo, fraudes maiores são cometidas.


Autofraude

O consumidor tenta passar a perna no comerciante e diz que sua encomenda não chegou. A empresa acaba ficando com o prejuízo e o trabalho de estorno.

As consequências e seus percentuais de quem passa por uma situação assim são, segundo pesquisa do SPC/SERASA do mapeamento de vítimas:

  • compras realizadas de forma indevida em seu nome- 64,8%;
  • perder tempo por ter que regularizar a situação na polícia, banco ou loja- 63,8%, aumentando para 69,5% entre os homens e 80,6% na Classe A/B;
  • ficar com o nome sujo e ser impedido de realizar compras- 62,3%, aumentando para 72,5% na Classe A/B).


Vantagens de um seguro pessoal

Tanto para roubos, furtos e perdas:

  • o seguro arcará os gastos com compras fraudulentas;
  • o seguro também cobre saques feitos sob intimidação ou coação ao titular;
  • há, para roubo ou furto qualificado, reposição dos bens, que se dá no limite do valor da cobertura contratada. Se não puder ser substituído o item, será reposto o valor em dinheiro conforme constar no apontamento.

Pode vir acompanhado de assistência à vítima de crime, que possui as seguintes vantagens:

  • bloqueia os cartões ;
  • auxilia na retirada da segunda via dos documentos e cartões;
  • instrui no BO a ser preenchido.

Se vier acompanhado de Acidentes Pessoais Vítimas de Crime, dobrará o valor da indenização.

Ter um seguro contra esses incidentes pode ser o melhor investimento para preservar nossa autonomia. Podemos andar de mãos dadas com a comodidade e ao mesmo tempo evitar a clonagem de cartão de crédito. A Ô. Affinity tem soluções customizadas e que protegem seus clientes.

Entre em contato conosco e saiba como personalizar seu plano.

Post a Comment